03 de outubro, 2008

Venho a Portugal apenas para visitar o Santuário de Fátima

Petro Yushchenko, Padre Luciano Cristino, Padre Sílvio e Rostyslav Tronenko
Ao final da tarde de ontem, 2 de Outubro, o Santuário de Fátima recebeu a visita do deputado ucraniano Petro Yushchenko, irmão mais velho de Victor Yushchenko, Presidente da Ucrânia, que ainda recentemente esteve no Santuário acompanhado da sua esposa e de uma larga comitiva de responsáveis daquele país.
Esta visita-relâmpago de Petro Yushchenko a Portugal, explicou o próprio à Sala de Imprensa do Santuário, teve como único propósito a vinda a Fátima.
No Livro de Honra do Santuário, na mesma página em que o seu irmão e a cunhada formularam votos de bênçãos de Deus para o mundo, em 24 de Junho deste ano, Petro Yushchenko escreveu: “Glória a Deus por tudo”.
Acompanhado apenas pelo Embaixador da Ucrânia em Portugal, Rostyslav Tronenko, o deputado foi recebido na Reitoria do Santuário pelo Director do Serviço de Estudos e Difusão, Padre Luciano Cristino, a quem solicitou que lhe falasse sobre a mensagem de Fatima no que respeita ao anúncio da conversão da Rússia.
Assim que lhe foi entregue o livro “Memórias da Irmã Lúcia” (também editado em ucraniano), o deputado pediu que, na publicação, lhe fosse indicada a parte onde a Vidente escreveu sobre a Rússia, e leu de imediato o relato de terceira aparição de Nossa Senhora em Fátima.
“(…) Se atenderem a Meus pedidos, a Rússia se converterá e terão paz; se não, espalhará seus erros pelo mundo, promovendo guerras e perseguições à Igreja. Os bons serão martirizados, o Santo Padre terá muito que sofrer, várias nações serão aniquiladas. Por fim, o Meu Imaculado Coração triunfará. O Santo Padre consagrar-Me-á a Rússia que se converterá e será concedido ao mundo algum tempo de paz. Em Portugal se conservará sempre o dogma da Fé, etc. Isto não o digais a ninguém. Ao Francisco, sim, podeis dizê-lo. (…)“, foram as palavras de Nossa Senhora de Fátima na referida aparição de 13 de Julho de 1917.
Pediu também para ver a coroa que tem incrustada a bala oferecida pelo Papa João Paulo II e, na ocasião, visitou a exposição “Fátima Luz e Paz”, patente no edifício da Reitoria. Na sala dedicada a João Paulo II disse ter visitado recentemente o Vaticano e que, na altura fez questão de ir à cripta onde está o corpo do falecido Papa.
Por várias vezes durante a visita-guiada aos espaços do Santuário, o deputado afirmou a sua preocupação pela situação na Geórgia e disse que a decisão de se deslocar a Fátima foi tomada precisamente pelo receio em relação à instabilidade sentida naquela área geográfica. “Estou preocupado com o futuro daquele país e com o mundo. Por isso, pergunto: quando é que a Rússia se converterá? Sei que é uma pergunta retórica, que não poderão responder, mas pergunto: Quanto tempo vai levar para que a Rússia se converta?”.
Petro Yushchenko ofereceu ao Santuário de Fátima o livro “Churches of Ukraine” e anunciou o regresso ao seu país para o dia de hoje, 3 de Outubro.
 
PDF

HORÁRIOS

20 fev 2020

Rosário, na Capelinha das Aparições

  • 12h00
Terço

Missa, na Capelinha das Aparições

  • 12h30
Missa
Este site usa cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização. O seu navegador de Internet está desatualizado. Para otimizar a sua experiência, por favor, atualize o navegador.